Misticismo e poesia em Sandman


A graphic novel Sandman foi criada pelo artista britânico Neil Gaiman. Aclamada pelo público e pela crítica como uma das maiores séries de quadrinhos da história, foi um marco da cultura pop publicada ao longo de sete anos consecutivos (1989-1996) e entrou, em 2003, na lista dos Best-Sellers do The New York Times. Quando criou a série, o autor bebeu na fonte das mitologias nórdica, egípcia e grega, tendo incluído também inspirações que surgiram a partir da leitura da Bíblia.

Cada edição de Sandman conta algumas histórias distintas, sendo por isso impossível resumir aqui cada uma das narrativas. O que pretendemos apresentar é um breve panorama da obra em questão.

A história contada nos quadrinhos é baseada no mito americano do homem de areia, um sujeito que assopra areia nos olhos das crianças para elas dormirem. O personagem também tem outros nomes tais como Sonho, Morpheus e Oneiromante.

Sandman pertence ao grupo dos Perpétuos, que reúne seres eternos. Apesar de muitas vezes apresentarem feições humanas, eles não são humanos, pois trata-se de entidades consideradas acima dos deuses. Só sua existência mantém coeso o universo físico e todos os seres vivos. Além de Morpheus, os perpétuos são o Destino, a Destruição, o Delirium, os gêmeos Desespero e Desejo e a Morte.

Morpheus, o protagonista da história, controla os sonhos de toda a humanidade. Ele detém uma personalidade um tanto quanto melancólica e obscura, possui superpoderes de aparecimento e desaparecimento tanto de objetos quanto de si próprio. As mentes de todos os seres vivos estão ligadas ao seu reino, o Sonhar. É para lá que vão as almas de todos os que dormem e onde são guardadas lembranças e pensamentos da hora do sono. O Sonhar guarda também o mundo imaginário de cada sonhador, várias realidades alternativas e seres imaginários se escondem lá. Sua biblioteca abriga bilhões de livros que nunca foram escritos. Toda a sanidade mental dos seres depende da boa administração desse reino (já que a realidade física do universo e mental dos seres também depende de nada “vazar” de lá para cá) e Sandman executa suas funções de maneira magistral.

Sonho parece ser o único Perpétuo a povoar seu reino: no sonhar vivem, por exemplo, Caim e Abel. Segundo o próprio Sandman, os deuses são gerados no Sonhar, nascendo como sonhos, e só então assumindo seu papel como divindades.

O castelo no qual Sonho habita e o resto do Sonhar mudam de aspecto à sua vontade, mas certas áreas têm sua forma mantida como uma cortesia a seus habitantes. Ele inclusive mantém empregados para executar tarefas que poderia realizar facilmente, incluindo a reorganização do castelo e a vigilância de sua entrada.

Os outros Perpétuos têm seus próprios lares. Destino, por exemplo, está sempre perambulando por um jardim onde, não importa em que direção ande, há sempre vários caminhos à sua frente e um único atrás de si. Desespero “mora” num local coberto de bruma e névoa, onde ratos se escondem, e cercada por espelhos. Morte é a única dos Perpétuos que não tem seu reino mostrado diretamente, provavelmente porque ela habita em todos os lugares da criação.

Uma ordem mística misteriosa decide capturar a irmã mais velha do protagonista, a Morte. No entanto, ele acaba sendo capturado em seu lugar. Por fim, após anos de silêncio, a entidade sobrenatural consegue se libertar, mas ainda é preciso se adaptar ao seu lar que sofreu modificações devido a sua ausência. Morpheus enfrenta nos quadrinhos seres tenebrosos como Lúcifer, Belzebu, Dr.Destino e Azazel. Paira um clima sombrio e misterioso ao longo das histórias criadas por Neil Gaiman.

Trata-se de uma HQ muitíssimo bem-sucedida do ponto de vista comercial, com 75 revistas publicadas. Lançada pela editora DC Comics (sob o selo Vertigo), Sandman foi a primeira série em quadrinhos a receber um prêmio literário. Em 1991, Gaiman foi contemplado com o World Fantasy Award de melhor história breve.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

Angry Angry
0
Angry
Fail Fail
0
Fail
Geeky Geeky
0
Geeky
Lol Lol
0
Lol
Love Love
0
Love
OMG OMG
0
OMG
Scary Scary
0
Scary
Win Win
0
Win
WTF WTF
0
WTF

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

More From: Sem categoria

DON'T MISS