O gênero Pulp em Blake & Mortimer


A série em quadrinhos criada pelo belga Edgar P. Jacobs apareceu pela primeira vez no número um na revista Tintim, em 1946. Ela narra as aventuras do Professor Philip Mortimer, um prestigiado físico escocês, amante de Arqueologia e “detetive amador” ao lado do Capitão Francis Blake, da Royal Air Force, que encontra se ligado aos serviços secretos britânicos, nomeadamente o MI5.

Um no após a Segunda Guerra, o primeiro episódio, O Segredo do Espadãonarra a tentativa de domínio do Mundo por parte de um tirano oriental e as estratégias para combater o seu poder autocrático, com a resistência a estar dependente de um projeto ultra secreto do Professor Mortimer, o Espadão. Esta história marca também a estreia de Olrik, o malvado tenente ocidental que se encontra ao serviço dos asiáticos.história foi reunida em dois álbuns, editados pela Lombard em 1950 e 1953 e, posteriormente, foi apresentada em três volumes.O volume seguinte foi O Mistério da Grande Pirâmide, que apresenta uma das grandes paixões de Jacobs: a egiptologia.

Um fragmento até então indecifrável permite descobrir um dos maiores achados arqueológicos de sempre, fazendo com que os caminhos de Blake, Mortimer e Olrik voltem a se cruzar. Para além do enredo “policial”, a história é fortemente marcada pelo fantástico.

Marca Amarela constitui uma das mais apreciadas histórias da sérieUma misteriosa personagem aterroriza Londres, a orgulhosa capital do Império Britânico, perpetrando o seu mais audacioso golpe com o roubo da Coroa Imperial da histórica Torre de Londres, para além de uma série de inexplicáveis raptos.

O grande charme das histórias protagonizadas pela dupla envolvem a fusão de grandes mistérios arqueológicos como a cidade perdida de Atlântida e grandes inovações tecnológicas da época como bombas atômicas, mísseis e foguetes em fase de teste, numa clara referência ao gênero pulp, um gênero literário popular dos Estados Unidos que teve seu ápice nos anos 20 e 30. As histórias de fantasia, ação e ficção científica publicadas em Revistas Pulp (Periódicos de papel barato) tornaram-se a referência e influência para o cinema e uma nova forma de arte que estava surgindo: os quadrinhos.

Em 1997 a produtora lançou uma série animada, adaptando algumas das melhores histórias da dupla. Intrigantes e criativas, elas continuam fazendo sucesso até os dias atuais.


Like it? Share with your friends!

0

What's Your Reaction?

Angry Angry
0
Angry
Fail Fail
0
Fail
Geeky Geeky
0
Geeky
Lol Lol
0
Lol
Love Love
0
Love
OMG OMG
0
OMG
Scary Scary
0
Scary
Win Win
0
Win
WTF WTF
0
WTF

0 Comments

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like

More From: Sem categoria

DON'T MISS